Skip navigation

a sessão de hoje foi dedicada ao arduino. revimos noções base de ligar sensores ao arduino; analisámos modos de leitura de maior precisão; ligação de piezos (besouros / buzzers / contact mics) como input de pressão/contacto ou output de tons sonoros; ligação de motores e controlo de velocidade; mistura de circuitos 5v com circuitos de maior potência.

1. leitura melhor precisão

no lado do arduino colocamos um sensor, e enviamos o valor através do modo DEC. este modo envia cada dígito que compõe o valor em caracter ascii. imediatamente a seguir escrever um caracter new line(\n = 10,13 ascii) que funciona como caracter de controlo identificador do fim do número.

14-arduino_ldr_6203

assim, do lado do pd ou processing ou outro programa, abrimos ligação à porta série do arduino, lemos cada caracter ascii, convertemos em representação numérica, e finalmente eliminamos os espaços para agrupar o número final. este último passo apenas é realizado quando chega o caracter de controlo.

2. piezos

as chapas de cerâmica dos buzzers, além de poderem servir como microfones de contacto, podem ser utilizadas ainda como um sensor de pressão/toque, ou como emissor de tons.

14-arduino_piezo_7315

para funcionarem como sensores, conectamos a cabo preto ao ground e o vermelho à entrada analógica do arduino, e lemos os valores que chegam à porta analógica.

14-arduino_tocar_piezo_10426

para funcionarem como colunas, basta alterar o cabo vermelho para uma porta de saída pwm do arduino, e fazer o upload do código que emite tons para o piezo.

14-arduino_lerpiezo_9490

3. motores

começamos com motores dc de 5v, com algum cuidado podemos ligar directamente ao arduino. com algum cuidado porque costumam enviar picos de corrente em sentido inverso quando desligamos a voltagem. para prevenir esta situação usamos diodos, que bloqueiam a passagem da corrente em sentido inverso.

os motores dc têm 2 pins, um para ground, outro para voltagem. se trocarem a ordem alteram a direcção de rotação. há pontes h para fazer as duas direcções.

14-arduino_motores5v_0941

4. circuitos com ac

é muito comum usar-se o arduino como circuito de controlo de circuitos que requerem mais voltagem e mais intensidade de corrente, além de que já são perigosos, podem queimar o arduino e o computador se as coisas estiverem mal feitas.

como exemplo, ligamos uma ventoinha de 12v e colocamos um potenciómetro a controlar a velocidade da ventoinha. para tal, alimentamos a ventoinha com corrente vinda dum transformador 12v que passa num potenciómetro e escala a voltagem de saída. ainda vimos mais usos com relés, diodos, condensadores e de que formas controlamos aparelhos num circuito mais pesado através das saídas digitais e analógicas do arduino.

14-arduino_ventoinha12v_1232

Anúncios

One Trackback/Pingback

  1. By sessão 18 « O Som do Pensamento on 27 Maio 2009 at 11:41 am

    […] introduzimos depois o arduino, e criámos um digitalizador de sensores. fizemos um controlador à base de ldr’s e pot’s numa breadboard, conectamos os sensores ao arduino, e criámos programas que lêem e usam os valores recebidos, gerando sons, sintetisando imagens, controlando estados dinâmicos também com piezos. vimos como o arduino ide é tão semelhante ao processing e o código que usamos também é parecido com java/c. (sessões 13, 14) […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: